Relogio Com Comentario

VERSÍCULO DO DIA

quarta-feira, 30 de maio de 2012

CONSAGRAÇÕES MINISTERIAIS


IGREJA DO SENHOR JESUS, CUIDADO COM ESTES TIPOS DE OBREIROS!

Se vai haver consagração de Obreiros, Pastores, Evangelistas, presbíteros, Diáconos, auxiliar, e outros ,vigiem fiquem atentos quanto a procedência das pessoas escolhidas a consagração; sugira à sua liderança que tenha cautela com pessoas que se dizem homens e mulheres de Deus, mas que agem desta forma:


•Pregam vitória espiritual sem sabedoria, alheia do verdadeiro alimento espiritual que é a Bíblia;
•Pessoas que encobrem suas atitude de revelarem quem realmente são, aonde o tipo de pessoa que são não denota Deus em suas vidas;
•A aparente fidelidade a Deus e a consideração de se acharem uma bênção enfraquece pela omissão de não se posicionarem diante do que Deus odeia;
•Bradam uma libertação pelo Evangelho, mas são escravizados pelo desejo de enriquecerem;
•Aparentam felicidade, alegria e bom humor agindo sem naturalidade para conquistarem a ajuda material das pessoas à sua causa;
•Dizem que Deus está tratando seu caráter, mas gritam com as outras pessoas e as tratam mal;
•Se calam diante das acusações, mas negociam a “unção” de Deus, confundindo as pessoas, se achando importantes; 
•Não tem vergonha de aprontar falcatruas que envergonham e adoecem os membros;
•Dizem que o Evangelho é significante, mas não respondem aos anseios e questionamentos do povo, taxando isso de algo insignificante;
•Taxam os invejosos de incompetentes, mas se exaltam no púlpito, impedindo a operação de Deus;
•Dizem que a cobiça é insensatez, mas se preocupam com a estética, designação e títulos;
•Defendem que os errados buscam justificativas, se escondem ou são acusadores, mas acham que aquilo que dizem que deve ser é o que Deus faz diferente;
•Justificam suas heresias, dizendo que Deus confunde o óbvio entre os homens;
•Dizem que aprenderam a não ter pressa com Jesus, mas não usam a fé, nem pensam para resolver os problemas;
•Dizem que tem saudades da vida de santidade, mas perderam a visão de considerar os pequenos e humildes;
•Dizem que o cristão deve pensar menos em si e mais nos outros, mas não amadurecem no que professam;
•Se escondem atrás da cruz, seguindo seus próprios desejos antagônicos a Cristo;
•Pregam liberdade e libertação, mas agem como se Deus não tivesse vendo o que fazem e aquilo que produzem;
•Dizem que covardia é coisa do demônio, mas não se tranqulizam no tempo de Deus, querendo tudo de forma imediatista e apressada;
•Dizem que precisam ter o caráter moldado por Deus, mas não produzem pureza nem igualdade em suas vidas;
•Dizem que quem desobedece à liderança está desviado, mas adquirem bens sem suor apenas para si mesmos, sem pensar nos outros;
•Dizem que a verdade incomoda a sistemas corrompidos, mas não acreditam na providência de Deus;
•Dizem que Deus está provando e revelando o caráter de cada pessoa, mas vivem vazios e ociosos;
•Dizem que sem vergonha na cara e sem caráter não vale nada, mas usam de dicção e aparência para juntar riquezas;
•Dizem que liberdade sem responsabilidade gera libertinagem, mas perderam a característica de Reino de Deus dentro de suas igrejas pela forma como influenciam e dirigem a igreja;
•Dizem que Jesus é o elixir da vida, mas transtornam os crentes com ensinos heréticos;
•Dizem que o egoísmo é uma perda de sentido, mas não defendem a verdade para não ficarem sozinhos;
•Afirmam que não desistem e que rumam no que é justo,mas pervertem uma geração por seus frutos amargosos;
•Dizem que o evangelho endireita tudo, mas danificam e deformam as pessoas por um falso evangelho da prosperidade que não santifica nem transforma;
•Falam que o sangue de Jesus é precioso, mas vivem em constante atritos consigo, com os outros e até com Deus;
•Falam que o pecado é cegueira e imoralidade, mas não têm compromisso com os outros;
•Afirmam que Jesus não operava milagres para aparecer, mas perderam a noção do que é direito e dever, achando que Deus deve fazer o que determinam;
•Dizem combater a avareza e o lucro, mas desprezam e aborrecem os críticos taxando-os de opositores daquilo que produzem;
•Dizem que pregam e defendem a verdade contra os mercenários, mas são conduzidos pela inveja a outros líderes;
•Afirmam que pensam e estimulam autocrítica, que são maduros, serenos, espirituais e altruístas, mas não têm caráter no meio das pessoas;
•Dizem que tem Deus na vida e não são confusos, enfrentando tudo, mas querem ser estrela com luz própria;
•Pregam muito sobre a quebra de barreiras, mas se esquecem do detalhe da preparação, pensando apenas individualmente, ignorando a coletividade;
•Dizem que adoram e que são usados por Deus de forma individual, mas Cristo desaparece diante dos seus pecados;
•Participam e freqüentam cultos e atividades nas igrejas, dizendo que têm comunhão com Deus, mas estão doentes e destruídos em determinadas áreas da vida;
•Parecem justos, íntegros, respeitados e honrados, mas vivem recebendo e aceitando propostas tentadoras para o errado;
•Dizem que caminham agradando a Deus e não a homens, humilhados para serem exaltados por Deus, mas não se preparam nem têm projetos, nem têm intimidade e fortaleza de Deus para resistir aos problemas;
•Dizem que defendem o verdadeiro que constrói, mas procuram, destruir vidas com propostas aparentemente boas, legais, mas encobertas do real sentido;
•Dizem que a vaidade é falta de senso, mas vivem de devorar uns aos outros;
•Dizem que são servos e cooperadores de Deus, mas são motivados apenas pelo dinheiro, sendo patologias a serem tratadas;
•Dizem que são responsáveis por proclamar a glória de Deus na terra, mas proclamam sua glória, reclamando e gritando com as pessoas, sem ter treinado
anteriormente seus ajudadores;
•Dizem que tem discernimento para evitar indecências, mas só fazem para receber o que quere e não aceitam o que não querem, mesmo que venha de Deus;
•Dizem que Deus é maior que os problemas, mas pisam nos outros e não impõe respeito, não se subordinando a ninguém;
•Guerreiam com os de fora, não tratam as feridas internas, e não são vitoriosos porque destroem seus próprios planos por faltas ou intervenções sem sentido e culpam a Deus e a todo mundo, menos a eles mesmos;
•Se utilizam do evangelho sem serem nascidos de novo, interessados mais nas rendas, bens e dízimos, se achando ainda fiéis a Deus;
•Falam que o mal combate contra o bem, mas não sabem pedir, nem glorificam a Deus agradecidos, querendo ser glorificados por suas ordens atendidas (capricho obstinado).
•Dizem que são filhos de Deus e que perturbam opositores descobrindo erros, mas não agem com humildade nem disposição para apre4nder com a fé dos outros, usando apenas a sua vida como modelo;
•Dizem que a vida é passageira e que devemos agir com caráter e com dignidade e com fé, mas não pensam no inferno quando têm crises de fé;
•Bradam que revêem seus conceitos quando se acham errados, mas não são verdadeiros, procurando palavras agradáveis para alimentar os egos das pessoas;
•Dizem que as conseqüências do pecado são desagradáveis, mas não agem como igreja, não recebem nem cuidam dos doentes e fracos na fé, abandonando-os, preferindo as “pessoas de bem”;
•Convocam a igreja para uma guerra religiosa denominacional, mas não pensam, não raciocinam nas conseqüências, no estrago para as vidas e paras as famílias;
• Fazem duros discursos à omissão dos crentes, mas esquecem que o mais importante é a manutenção da estrutura familiar dos membros;
• Dizem que querem quebrar paradigmas, conceitos e culturas, mas não desenterram nem destroem os podres problemas encobertados pelas secretarias que impedem o avivamento de Deus;
• Dizem que preferem estar mais com as multidões que com outros líderes, mas o fogo de Deus não arde nos corações em discursos que apenas ardem os olhos das pessoas fazendo-as chorar;
• Falam do poder de superação contra as obras da carne, mas se aborrecem quando esclarecimentos são inquiridos pelos membros;
• Dizem que o Reino de Deus não é profissão, mas objetivam arrecadar montanhas de dinheiro, que usam indiretamente para sobreviver, mas dizem que não têm salário;
• Falam sobre humildade e busca de conhecimento, mas não têm preparo adequado nem fruto espiritual para tocar a obra de Deus;
• Dizem que priorizam a adoração e o louvor ao Espírito Santo, mas invertem os valores que pregam no dia a dia;
• Dizem que Jesus pregava igualdade entre os homens, mas geram discórdias e acusam de rebelião quem não aceita ser inferior a eles em posição;
• Dizem que a fé deve ser obviamente racional, mas desvalorizam as escrituras pela contradição de valores no modo de ser;
• Falam que o poder de Deus traz vida, mas não são verdadeiros nos sentimentos e nos valores;
• Dizem que evangelho não é religião e que não devemos pensar na acepção dos outros, mas querem receber aplausos e honras como especiais;
• Falam sobre vencer obstáculos, ma não se dispõem a enfrentar as provações nas chamadas à obra de Deus;
• Dizem que todo o mal vem do diabo, mas não questionam os recursos de fora que dizem ser para avançar a igreja, mesmo vindo de pessoas e fontes de credibilidade duvidosas;
• Falam que não devemos nos abater nas circunstâncias e emoções, mas se utilizam da liderança para pregar um falso progresso que oscila em meio à crises, manobrando a mente do povo para buscar benefícios, propondo meios de alcançar bênçãos facilitadas por serem seguidores de Jesus;
• Dizem que são cristãos, mas não objetivam a transformação de vidas, mas apenas arrecadação financeira;
• Diz que conhece os mistérios de Deus, mas mata espiritualmente as ovelhas;
• Diz que produz naturalmente fruto, mas tem prejudicado, causado transtorno e tornado estéril corações outrora doadores;
• Diz que revela com maturidade e espititualidade, mas é incapaz de produzir agradecimento e consideração, reconhecimento e estima;
• Diz que se preocupa com o crescimento das pessoas, mas evita o contato com os que estão próximos passando por problemas;
• Diz que pode explicar, sentir, ver e produzir espiritualmente, mas só vê defeitos e feiúra, com exceção dos que podem te ofertar algo;
• Diz que tem amor e que se importa com a salvação das pessoas, mas não consegue dominar sua língua;
• Prega que devemos fugir da zona de conforto, mas não se prepara nem se satura da Palavra de Deus para enfrentar problemas no IDE;
• Diz questionar milagres falsos e forjados, mas não respeita a santidade das pessoas induzindo falsos sinais para aparecer na mídia enaltecendo a si e ao local;
• Diz que não usa oratória e sim o testemunho do que tem visto com Jesus, mas não tem restauradas em sua vida as qualidades e virtudes de um ser humano;
• Fala que é livre e que adora em Espírito e em verdade, mas não entende que a salvação é individual nem crê na revelação de Deus;
• Diz que Deus está entronizado em sua vida e que tem a unção de multiplicação, mas cria imagináveis situações para inventar propósitos e propor bênçãos sugestionadas ao povo;
• Diz que novidade é coisa do inimigo, mas prega heresias dizendo que o povo é cabeça e não cauda e assim, gera desobediência à doutrina e á ética cristã;
• Diz que tem saúde espiritual e vida abundante mas não investe no tempo de sua ida priorizando a Deus no cotidiano;
• Diz que Deus resgata do fundo do poço a qualquer pessoa, mas não abre mão de realizar seus sonhos sem reconhecer os limites do até onde pode pedir e não renuncia ao direito de extorquir o povo;
• Diz que é um verdadeiro cristão e que está lutando uma guerra mas engana os homens e pensa enganar a Deus;
• Diz que a maior riqueza é a vida, mas age de forma ignorante, sendo viciado em persistir no erro e não aceitar conselhos;
• Diz que é vaso lapidado por Jesus e que é cheio de Deus, mas não se dobra para fazer a vontade dEle;
• Diz que é vitorioso e que tem cheiro de ovelha, mas não age com seriedade somente honrando quem pode beneficiar seus projetos pessoais;
• Diz que não é ladrão, nem corrupto, nem pedófilo, nem rico, mas não aceita os obstáculos permitidos por Deus, e a vaidade em sua vida sufocou sua simplicidade;
• Diz que é puro e que sua igreja é pura, mas o padrão pessoal não é ético, agindo com irresponsabilidade, ajudando quem pode te ajudar mais tarde;
• Diz que planeja, procura entender na mente a resposta de Deus na hora certa, mas não pensa na salvação das almas e sim no engordamento do ego e no abate dos recursos.
• Fala que o poder de Deus transforma vidas, mas escandaliza com mudanças de projetos mirabolantes sem sentido e sem planejamento.
Prega contra escândalos mas não se afasta da oportunidade de ser beneficiado;
• Diz que vê, raciocina e sente, mas tem atitudes e ensinos que não representam o verdadeiro Evangelho;
• Prega diferença, genealogia apostólica, felicidade e presença de Deus, mas usa o emocional para esvaziar bolsos nos rostos frustrados, tristes e famintos;
• Fala contra as elites políticas, econômicas e religiosas, mas utiliza da mesma corrupção para edificar o templo e o ministério;
• Fala das armaduras espirituais e da vitória sobre o mal, mas na sua fé se exalta na derrota dos opositores, tendo com troféu a destruição dos que te confrontam;
• Fala que tem senso de direção como líder e que quer o melhor para Deus, sofrendo ataques do inimigo, mas disputa incitando concorrência de ser o melhor em tudo, dizendo ser para Deus;
• Fala que é cheio do Espírito Santo e que as portas se abrirão por causa de sua fidelidade, mas quer que as coisas aconteçam ao seu modo e quer mandar como Deus manda, sendo carente de razão, necessitando da Palavra, mas na verdade em nome de Deus, consagra ao diabo as idolatrias de sua insensatez e chama essa paixão obsessiva e compulsiva de amor, achando que Jesus aprova.
Oremos e amemos a todos, mas tenhamos cautela com aqueles que aprovamos para nos liderar... 
"Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova." (Romanos 14 : 22)







Contatos: (85).8857-5757.  profabdias@gmail.com
https://www.facebook.com/abdias.barreto
https://www.facebook.com/pages/CAPP-Centro-Apolog%C3%A9tico-Plenitude-da-Palavra/261446790581518


Quando DEUS trabalha o homem muda 
Prof. Abdias Barreto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Comentário... Assim você estará contribuindo com nossos leitores. Grato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...