Relogio Com Comentario

VERSÍCULO DO DIA

quarta-feira, 6 de junho de 2012

O NOVO CÉU E NOVA TERRA

LIÇÕES BÍBLICAS - 2º Trimestre de 2012 - Jovens e Adultos.

As Cartas do Apocalipse. "A mensagem Final de CRISTO à Igreja”.

Subsídios Para EBD. Prof. Abdias Barreto
A CRIAÇÃO DO NOVO CÉU E DA NOVA TERRA
Após a dissolução do céu e da terra atuais no fim do milênio, Deus criará um novo céu e uma nova terra (Is 65.17; 66.22; 2Pe 3.13; Ap 21.1). Por meio de um ato definido de criação, Deus faz surgir um novo céu e uma nova terra. Como Deus criou os céus e a terra atuais para serem o cenário da sua demonstração teocrática, assim também criará o novo céu e a nova terra para serem o cenário do reino teocrático eterno.
As alianças de Israel garantem ao povo uma terra, uma existência nacional, um reino, um Rei e bênçãos espirituais eternas. Logo, deve haver uma terra eterna, na qual as bênçãos possam ser cumpridas. Transladado da antiga terra, Israel será levado à nova, para ali desfru¬tar para sempre o que Deus lhes prometeu. Então será eternamente verdadeiro: "Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus e Deus mesmo estará com eles" (Ap 21.3). A criação do novo céu e da nova terra é o ato preparatório final que antecipa o reino eterno de Deus. Agora é verdade que Deus tem um reino no qual "habita justiça" (2Pe 3.13).
Com relação ao destino eterno dos santos da igreja, devemos ob-servar que está relacionado principalmente a uma Pessoa e não a um lugar. Embora o lugar apareça com importância (Jo 14.3), é encoberto pela Pessoa a cuja presença o crente é transportado.
E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também (Jo 14.3).
Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, vós também sereis manifestados com ele, em glória (Cl 3.4).
Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor (lTs 4.16,17).
Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque haveremos de vê-lo como ele é (l Jo 3.2) [grifo do autor].
O que se realça em todas as passagens que tratam da esperança glorio¬sa da igreja é a Pessoa, não o lugar, a que ela é levada.
Já se demonstrou a partir de passagens como Apocalipse 21.3 que o Senhor Jesus Cristo habitará com os homens na nova terra no reino eterno. Já que as Escrituras revelam que a igreja estará com Cristo, conclui-se que a morada eterna da igreja também será na nova terra, na cidade celestial, Nova Jerusalém, preparada especialmente por Deus para os santos. Tal relacionamento seria a resposta da oração do Se¬nhor aos que Deus Lhe concedeu: "Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste" (Jo 17.24). Já que a glória eterna de Cristo será manifestada no reino eterno, no Seu governo eterno, é na¬tural que a igreja esteja presente para contemplar a glorificação de Cristo para sempre.
J. Dwight Pentecost, Th.D. - Manual de Escatologia.
Uma análise detalhada dos eventos futuros.


Quando DEUS trabalha o homem muda! 
Prof. Abdias Barreto. 

Um comentário:

  1. MUITO INTERESSANTE ESSES ESTUDOS DO BLOG SOBRE O APOCALIPSE, FAREI LOGIN PARA ACOMPANAHR O BLOG, E TAMBÉM CONVIDO O CAPP, PARA PARCERIA, MEU BLOG É ESSE AI http://rblog1000.blogspot.com.br/, GRATO.

    ResponderExcluir

Deixe seu Comentário... Assim você estará contribuindo com nossos leitores. Grato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...