Relogio Com Comentario

VERSÍCULO DO DIA

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

RESUMO DOS LIVROS DA BÍBLIA - O PENTATEUCO

RESUMO DOS LIVROS DA BÍBLIA - O PENTATEUCO

GÊNESIS

No princípio, criou Deus os céus e a terra. Gn 1:1


Gênesis significa “princípio”. Trata da criação e da vida, e confere as sementes de tudo que mais tarde será completamente elucidado em toda a Bíblia. Gênesis descreve belamente a simplicidade da vida primitiva sobre a Terra; mas também é visto ali a introdução do pecado e da corrupção juntamente com abominação e o juízo do mal.
Gênesis simboliza a obra vivificante de Deus iniciada na alma o novo nascimento com a promessa da frutificação vindoura.

O LIVRO GIRA EM TORNO ESPECIALMENTE DA VIDA DE SETE EMINENTES PATRIARCAS:
1. Em Adão vemos lições de vida e morte. Ele é figura de Cristo, pois era o cabeça de toda uma raça; mas com um contraste com Cristo, visto que a morte o reivindicou e Cristo é o Cabeça vivo.
2. Enoque nos fala do andar e da trasladação. Ele andou com Deus e “pela fé foi trasladado”, uma figura dos santos que serão arrebatados na vinda do Senhor.
3. Noé ilustra o trabalho e a salvação. Sua obra foi uma obra de fé e sua salvação foi para um novo mundo, uma figura dos crentes salvos através da tribulação para o período milenar.
4. Abraão nos fala de fé e separação. Seu altar fala da fé, sua tenda da separação. Mediante o chamado de Deus ele se tornou em peregrino.
5. Isaque apresenta os princípios de submissão e continuação, pois sua vida foi, em geral, uma vida de obediência e perseverança.
6. Jacó ilustra a disciplina e a antecipação. As intervenções de Deus são vistas em sua vida garantindo a sujeição de Jacó e guiando-o a adoração no aproximar da morte.
7. José: sofrimento e exaltação é o tema de sua vida, um precioso exemplo de fé em todos os tempos.

AUTOR: Moisés

DATA: Por volta de 1688 a.C

OBJETIVOS:
1 - Revelação a humanidade sobre a origem do céu e da terra;
2 - A eleição e separação de Israel com povo escolhido por Deus;
3 - O registro da queda do homem e a presença do pecado na terra.

DESTINATÁRIO: O povo de Israel.

VISÃO PANORÂMICA:
ü  É o 1º livro da Bíblia;
ü  O livro é composto por 50 capítulos e 2.533 versículos;
ü  Existem 95 mensagens distintas de Deus e 71 promessas;
ü  Abrange um período de tempo maior que qualquer outro livro Bíblico.

PARTICULARIDADES:
ü  Gênesis começa com a criação (Gn: 1:1) e termina com caixão (Gn:50:26).
ü  É dividida em duas partes: A história primitiva do ser humano (Gn: 1:1 – 11:32), E a escolha dos patriarcas (Gn: 12:1 – 50:16);
ü  É o livro do começo, da criação e do cair do homem.
****************************************************************

ÊXODO

“Disse ainda o SENHOR: Certamente, vi a aflição do meu povo, que está no Egito por isso, desci a fim de livrá-lo.”  Êxodo 3:7-8
_____________________________________________________________________________________________ 
Êxodo significa “sair”. Livramento é seu grande tema. Vemos aqui Israel se
tornando uma grande nação, porém escravos, debaixo do jugo dos egípcios. Depois de muita tribulação e angústia, e depois de Deus enviar muitas pragas terríveis sobre o Egito, Israel é libertado.

Primeiro, no capítulo 12 o sangue do cordeiro aspergido nas ombreiras e na verga da porta das casas era figura da redenção da culpa de nossos pecados pelo sangue de Cristo.

Segundo, a divisão do mar Vermelho e a segura travessia de Israel antes do
afogamento dos egípcios é um tipo de nossa redenção da servidão do pecado e do mundo pelo poder de Deus, uma redenção consumada pela morte e ressurreição de Cristo.

Uma segunda seção do livro, começando com o capítulo 19, trata da promulgação da lei e da edificação do tabernáculo, junto com a instituição de um sacerdócio especial em Israel. Embora hoje os crentes não estejam debaixo da lei, a promulgação da lei simboliza a autoridade de Deus sendo estabelecida entre o povo redimido.
O sumo sacerdote é um tipo de Cristo e as famílias dos sacerdotes simbolizam todos os santos de hoje — a Igreja de Deus, que O adoram pelo Espírito e não por meros rituais carnais.
O serviço do tabernáculo é uma bela ilustração da graça pela qual Deus continuamente cuida de Seu povo, deleitando-Se em ter Seus filhos junto de Si, o que só é possível mediante o sacrifício de Cristo.

AUTOR: Moisés

DATA: Por volta de 1688 a.C

OBJETIVOS:
ü  Continuar a história de Israel no cumprimento da Aliança;
ü  As promessas e profecias dadas a Abraão, Isaque e Jacó, sobre sua descendência;
ü  Mostrar o tempo, as circunstâncias e os objetivos da lei dada por Moisés a Israel;
ü  A história do êxodo do Egito;
ü  Entrega da Lei e estabelecimento do sacerdócio e entrega do tabernáculo.

DESTINATÁRIO: O povo de Israel.

VISÃO PANORÂMICA:
ü  É o 2º livro da Bíblia;
ü  O livro é composto por 40 capítulos e 1.213 versículos;
ü  Existem 73 mensagens distintas de Deus, 42 milagres realizados por meio de Moisés;

PARTICULARIDADES:
ü  Cada praga estava ligada à um deus egípcio (ex. rãs com o deus Hect com o aspecto de rã);
ü  A vida de Moisés é dividida em três períodos de 40 anos (Egito, deserto de Midiã e o êxodo);
ü  Símbolos do Tabernáculo: Cerca de Linho: Santidade e inacessibilidade de Deus.
Porta: Cristo com Meio de Acesso a Deus;
Altar: Calvário o lugar de expiação;
Bacia de Bronze: Purificação diária do crente;
Mesa dos Pães: Cristo o Pão da vida.
Candelabro: Cristo a luz do mundo.
Altar de Incenso: Oração intercessória de Cristo;
Véu: Corpo de Cristo velando sua glória.
ü  É o livro da redenção para o povo de Deus.
*******************************************************************

LEVÍTICO

Isto é o que o SENHOR disse: Mostrarei a minha santidade naqueles que se cheguem a mim, e serei glorificado diante de todo o povo. Lv 10:3
_______________________________________________________________________________________-

Levítico tem esse título em honra a Levi, cujo nome significa “juntado”. O livro trata sobre os santos princípios de Deus para a adoração com o objetivo de unir Seu povo Consigo mesmo.
Portanto, em primeiro lugar vem as ofertas necessárias para que o adorador se aproximasse de Deus: os holocaustos, as ofertas de manjares, os sacrifícios pacíficos, as ofertas pelos pecados, as ofertas pela culpa — todos simbolizam os vários aspectos do sacrifício de Cristo.
O sacerdócio também é destacado aqui. Arão é uma figura de Cristo, o grande Sumo Sacerdote; os filhos dele tipificam todos os crentes da era atual da Igreja, que são chamados de “sacerdócio santo” e “sacerdócio real” (1 Pedro 2:5 e 9).
Várias leis aparecem neste livro. Qualquer espécie de corrupção (pecado, profanação, certas doenças, etc) desqualificava alguém para se aproximar de Deus até que o problema fosse eliminado pelas ordenanças divinas dadas especificamente para cada caso.
Era vetado o consumo de carnes de animais imundos; isso simboliza a total rejeição de tudo o que é moralmente impuro.
Era quase impossível um leproso chegar perto de Deus, pois a lepra é figura da corrupção do pecado agindo em uma pessoa.
So would other ceremonial uncleanness, but only because they are typical of moral uncleanness or spiritual uncleanness. Não mais observaremos apenas o tipo, mas a realidade que este tipo pretende nos comunicar.
O capítulo 23 registra as sete festas que o povo de Israel tinha de celebrar ao Senhor, não para o próprio prazer deles, mas em adoração a Deus. Todas chamam a atenção para a grandeza de Deus agindo em Seus padrões dispensacionais.
Levítico trata fundamentalmente sobre como se achegar a Deus em santa adoração.

AUTOR: Moisés

DATA: Por volta de 1686 a.C

OBJETIVO:
ü  Livro da caminhada
ü  Adoração e serviço do povo do Deus;
ü  Entrega da lei referente aos sacrifícios e ofertas;
ü  Consagração do sacerdócio e pleno estabelecimento do culto no Tabernáculo.

DESTINATÁRIO: O povo de Israel.

VISÃO PANORÂMICA:
ü  3º livro da Bíblia;
ü  Composto de 27 capítulos e 859 versículos;
ü  Apresenta ao povo de Israel como deve ser seu relacionamento com Deus;

PARTICULARIDADES:
ü  A santidade é o tema principal;
ü  A expiação dos pecados;
ü  Trata da reposta apropriada ao Senhor e especialmente do conceito de adoração;
ü  É o livro da adoração e comunhão com Deus e plano divino típico de redenção.


NÚMEROS
Segundo o mandado do SENHOR, por Moisés, foram designados, cada um para o seu serviço e a sua carga; e deles foram contados, como o SENHOR ordenara a Moisés. Nm 4:49
_______________________________________________________________________________________

Este livro apresenta o número e a ordem de Israel na sua marcha pelo deserto. Deus  deu instruções para o serviço e para as lutas do povo enquanto eles estavam a caminho da terra de Canaã. O Senhor também designou cada tribo para uma função específica, por exemplo, os coatitas, os gersonitas e os meraritas, famílias da tribo de Levi, foram separados para servir os sacerdotes no que se relacionasse ao tabernáculo. Vemos nesses detalhes a grande sabedoria e o cuidado de Deus em tudo o que diz respeito à vida cotidiana de Seus santos no mundo, mundo este que pode ser comparado a um deserto.
A história da peregrinação do povo de Israel resume-se em quase quarenta anos de fraqueza, fracasso, reclamações e desobediência. Isso tristemente se repete na igreja de hoje em dia. Contudo, a infalível proteção e fidelidade de Deus brilham acima dos erros deles.
Isso é notório na história de Balaão (capítulos 22 a 24), na qual Deus defende Seu povo contra cada tentativa do inimigo de derrotá-los.
Josué e Calebe (14:6-9) são exemplos animadores de devoção inabalável em contraste com a desobediência geral. Eles nos lembram que não precisamos fracassar.
poderemos resistir sem sermos abalados pelas circunstâncias e pessoas que nos rodeiam se tivermos um profundo senso do destino e das ordenanças de Deus para cada um de nós, e se ocuparmos o lugar que Ele nos reservou, no qual podemos agradá-Lo com nosso serviço.

AUTOR: Moisés

DATA: Por volta de 1445 a.C

OBJETIVO:
ü  Registrar a contagem e ordens dos filhos de Israel;
ü  Registra 2 grandes censos.

DESTINATÁRIO: O povo de Israel.

VISÃO PANORÂMICA:
ü  É 4º livro da Bíblia;
ü  É composto por 36 capítulos e 1.288 versículos;
ü  É o livro da contagem.

PARTICULARIDADES:
ü  Contagem;
ü  Organização de uma teocracia religiosa e leis civis;
ü  Jornadas e Peregrinação.

********************************************************************

DEUTERONÔMIO

Recordar-te-ás de todo o caminho pelo qual o SENHOR, teu Deus, te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, para te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos. Dt 8:2
_______________________________________________________________________________________

Deuteronômio significa “repetição da lei”. É essencialmente um discurso de Moisés a Israel, no qual ele repassa a história do povo de maneira fiel, apresentando os acontecimentos à luz da glória de Deus. Moisés mostra nessa história não apenas a aprovação de Deus pelos atos de obediência do povo e Sua desaprovação pela infidelidade e desobediência deles. Ele ressalta a maravilhosa graça, paciência e sabedoria do Senhor em Suas ordenanças a Israel, e os lembra que Deus os tem guiado por todo o caminho.
Longe de exaltá-los no mundo, Deus os humilhou e os colocou à prova para saber quem iria obedecê-Lo ou não. Ele permitiu o povo ter fome, e os alimentou com maná a fim de que percebessem que dependiam do Senhor e da suficiência e veracidade de Sua Palavra.
O livro também confirma e enfatiza a responsabilidade de Israel em fazer a vontade de Deus, pois tinham de prestar contas a Ele. Isso nos remete ao julgamento do tribunal de Cristo.
Deuteronômio, por ser um livro cheio de detalhes, nos lembra que os detalhes de nossa vida têm muito mais importância do que imaginamos, porque naquele dia, quando estivermos diante do Senhor, eles serão minuciosamente examinados.

AUTOR: Moisés

DATA: Por volta de 1645 a.C

OBJETIVO:
ü  Relembra a Israel sua aliança com Deus;
ü  Revisão da Lei;

DESTINATÁRIO: O povo de Israel.

VISÃO PANORÂMICA:
ü  É 5º livro da Bíblia;
ü  É composto por 34 capítulos e 959 versículos;
ü  O nome Deuteronômio significa a 2ª Lei.

PARTICULARIDADES:

ü  O tema principal é obediência a Deus.

"Ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre." (Jd 1:25.) 
https://www.facebook.com/centro.apologetico 
http://www.abdiasbarreto.blogspot.com.br/ 
Cel - 85.8857-5757. — em Fortaleza-Ce. 
E-mail: abdiasbarreto@gmail.com

Um comentário:

Deixe seu Comentário... Assim você estará contribuindo com nossos leitores. Grato!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...