Relogio Com Comentario

VERSÍCULO DO DIA

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

A PALAVRA CARNE NO TEXTO BÍBLICO

A Hermeneutica é a ciencia que estuda a interpretação de textos antigos, existem dois tipos de hermeneutica, a geral e a sagrada. a geral trata da interpretação de textos seculares da historia, e a sagrada interpreta o texto sagradp ( ABÍBLIA SAGRADA). E como toda ciencia possui suas regras seus dcretos e normas com a hermeneutica não é diferente. existem as regras de interpretação do texto, e entre essas regra ha uma que diz: NENHUMA PALAVRA PODE SER INTERPRETADA FORA DE SEU CONTEXTO, POIS O MESMO É QUEM DETERMINA O SIGNIFICADO DA PALAVRA. Entendendo melhor essa regra deixe-me dizer-lhe. Uma palavra pode ter varios significados e voce so poderá dar o verdadeiro significado da mesma analisando todo o contexto a que ela está sendo aplicada. Vamos usar como exemplo para melhor entender a palavra CARNE dentro das EACRITURAS SAGRADAS.
Em primeiro lugar vejamos o verdadeiro significado da palavra carne na nossa gramatica, veja o que o dicionario Aurelio diz: CARNE é o tecido muscular dos animais.  porem  nas páginas bíblicas essa palavra aparece com diversos significados, analisaremos alguns.

 1. A Palavra Aparece no Sentido Literal
Numa das murmurações, os israelitas disseram: "Quem nos dará CARNE a comer?" (Nm 11.4) Surgem ideias e opiniões con­trárias ao uso da carne como alimento, dizendo que Deus ordenou a Adão para comer só vegetais: "toda a erva e toda a árvore" (Gn 1.29). Isto é verdade, porém, logo após o dilúvio, Deus deu ordem a Noé para comer carne (Gn 9.3,4).
Em Levítico 11 deu uma lista de animais, chamados limpos, cuja carne podia comer. Na Páscoa comiam um cordeiro assado. Jesus comeu o cordeiro pascoal, quando estava aqui no mundo (Mc 14.12-20).
E na história de Elias, certa vez, Deus providenciou o sustento dele, mandando-lhe pão e carne (1 Rs 17.6).

2.  A Carne é a Humanidade de Jesus
"E o Verbo se fez CARNE e habitou entre nós" (Jo 1.14). “agora nos reconciliou no corpo da sua CARNE, pela morte” (Cl 1.21c,22a). "Cristo padeceu por nós na CARNE" (1 Pe 4.1). “Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua CARNE" (Hb 10.20).
Para resolver nosso problema de salvação, Ele precisou ser um homem como os outros, exceto no pecado. Assim tomou a nossa natureza, para sofrer pelos nossos pecados e cumprir a exigência da Justiça. Com o que Ele sofreu na carne, abriu caminho para Deus, sua obra foi classificada como reconciliação entre o pecador e Deus.
No Tabernáculo e no Templo havia um véu, uma cortina bem volumosa, impedindo a entrada do povo no Santo dos Santos. Quando Jesus morreu, o véu se rasgou de alto a baixo (Mt 27.51), significando que desaparecia a separação, o impedimento no aces­so a Deus. O véu era tipo da carne ou da humanidade de Jesus (Hb 10.20). Agora por Ele nós chegamos a Deus. Por isso Jesus é o único meio de salvação. "E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há dado entre os homens pelo qual devamos ser salvos" (At 4.12). E "só há um Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem" (1 Tm 2.5). Sempre a sua humanidade. Se Ele não fosse Deus e homem, não poderia salvar os outros.

3.  A Carne é o Poder do Homem, Sua própria Força o Valor da Humanidade.
Quando Senaqueribe, rei da Assíria, preparou uma guerra contra Ezequias, rei de Judá, este, sendo crente fiel, confiou na proteção de Deus e animou o seu povo com estas palavras: "Com ele [Senaqueribe] está o braço de CARNE, mas conosco o Senhor nosso Deus" (2 Cr 32.8a). O resultado foi que Deus mesmo destruiu o poder do rei da Assíria. Ezequias não matou ninguém. O Anjo do Senhor destruiu os soldados de Senaqueribe, que voltou enver­gonhado para sua terra, e lá seus próprios filhos o mataram.
O profeta Jeremias diz: "Maldito o homem que confia no homem, e faz da CARNE o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor" (Jr 17.5b). Outra vez é um contraste entre o poder do homem e o poder de Deus.
Geralmente os homens aplicam esta frase aos outros, como se dissessem: “Eu não devo confiar nas outras pessoas".
O sentido da palavra de Jeremias é: maldito quem confia no poder do braço humano, quem confia em si mesmo. E a pessoa confia em si mesma. A pessoa confia muito mais em seu próprio poder do que em Deus, por isso é maldita.
Na primeira epístola de Pedro, lemos: "toda a CARNE é como erva, e toda a glória do homem como a flor da erva. Secou-se a erva, e caiu a sua flor" (1 Pe 1.24). Este pensamento foi transcrito do profeta Isaías, significando a brevidade da vida neste mundo. O homem parece ter tanto poder na terra, de repente fica velho ou morre, e passa tudo.
A CARNE, o valor humano, é tão fraca como a flor do campo.

4.   A Carne é uma Natureza Branda, Obediente a Deus.
O salmista expressando o desejo de se aproximar de Deus, o anelo de sua alma pela presença do Senhor, fala deste modo: “O meu coração e a minha CARNE clamam pelo Deus vivo’’ (SI 84.2b).
Referindo-se ao futuro glorioso dos filhos de Israel, Deus promete fazer com que eles se convertam e voltem ao seu Deus e Senhor. A predição é:  ".Tirarei da sua CARNE o coração de pedra, e lhes darei um coração de CARNE" (Ez 11.19b).
O coração de pedra é a incredulidade, a rebeldia contra Deus, o coração de carne é a submissão, a conversão.

5.   Carne é a Inclinação Má, a Tendência  para o Pecado
Neste sentido, ela aparece mais de setenta vezes no Novo Testamento. Jesus, no Getsêmane, recomendou aos discípulos que vigiassem enquanto Ele orava, e eles dormiram. A razão foi explicada pelo próprio Jesus: "O espírito, na verdade, está pronto, mas a CARNE é fraca" (Mc 14.38b).
Paulo, tratando da condição dos salvos, no capítulo oito da epístola aos Romanos, explica com clareza a luta que há em nosso Intimo: "A inclinação da CARNE é morte; mas a inclinação do espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da CARNE é inimizade contra Deus" (Rm 8.6,7b). Ainda: "Na minha CARNE, não habita bem algum: e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem" (Rm 7.18b). ".A CARNE cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a CARNE; e estes opõem-se um ao outro: para que não façais o que quereis" (Gl 5.17). A luta que existe dentro de nós é produzida por um impulso do desejo de obedecer a Deus e outro da natureza má que a Bíblia chama de CARNE.
Um crente certa vez ilustrou este caso, dizendo: ”Eu tenho no íntimo dois cachorros lutando sempre''. Outro perguntou: "Qual é o que vence? “Ele respondeu: “O que eu alimentar melhor”
A vitória não é de nós. Jesus disse: "Porque sem mim nada podeis fazer" (Jo 15.5). Paulo mesmo expõe o assunto, ensina de onde vem a vitória: "somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou" (Rm 8.37). Há outras passagens que falam também de nossa vitória.
João diz: ”Esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé" (1 Jo5.4b). E em Ap 12.10 lia: "Porque já o acusador de nossos irmãos é derribado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e de noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra de seu testemunho".
Pela fé no poder de Deus, estando unido a Jesus Cristo, cultivando a Palavra de Deus e vivendo a vida de testemunho, o crente será vitorioso sobre Satanás, o mundo e a CARNE.

ABDIAS BARRETO.
Contatos:
(85).8857-5757
ab7.7@hotmail.com 
DEIXE UM COMENTARIO SOBRE ESTE ARTIGO, É MUITO IMPORTANTE POIS VOCE NOS AJUDARÁ A MELHORAR NOSSAS POSTAGENS. GRATO!!!

sábado, 10 de setembro de 2011

DE OLHO NA SUA BÍBLIA!!!








BÍBLIA VIVA.
ALMEIDA REVISADA.
ALMEIDA ATUALIZADA.
TRADUÇÃO BRASILEIRA.
A BÍBLIA NA LINGUAGEM DE HOJE.
NVI – NOVA VERSÃO INTERNACIONAL

VOCE POSSUI UMA BÍBLIA EM UMA DESSAS TRADUÇOES?
CUIDADO!!! 
ESCLARECIMENTO
A Bíblia é a Palavra de Deus, inspirada, inerrante e infalível. É à base de toda a nossa fé e prática (II Tm 3:16). Por isso o diabo tem investido na tentativa de danificá-la. Todo esforço tem sido feito para corroer a fé na sua inspiração, infalibilidade e autoridade, e na divindade de Cristo. Se olharmos a História, veremos tentativas até de extirpar a Palavra de Deus. Não podendo destruí-la, o diabo tem investido na tentativa de enfraquecer as doutrinas cardeais dela, através das diversas versões, tendo como base fontes não fidedignas
Cabem algumas perguntas: “Por que tantas versões”? Qual a origem das novas versões? Por que a Almeida Revista e Atualizada traz textos em colchetes? Por que a NIV suprime versículos inteiros?  
 Quando se procura a respeito da origem das novas traduções, descobre-se que são grandemente baseadas na edição de um texto grego feito em 1881 por Westcott e Hort. Estes tomaram como base um grupo de manuscritos que representam uma pequena percentagem dos cerca de 4255 manuscritos existentes. (http://solascripturatt.cjb.net
Tal pequeno grupo de manuscritos havia sido rejeitado pela maioria dos crentes através dos séculos, porque não os consideravam dignos de confiança. A edição de Westcott e Hort tornou-se predominante nos modernos meios teológicos, trazendo grande prejuízo para as igrejas fieis. 

Aquela edição geralmente é chamada de "Texto Crítico" (T.C.) ou (W.H.).
Antes do surgimento do T.C., as traduções tinham como base o "Textus Receptus" (T.R.)
Em inglês a versão Rei Tiago e em português a Almeida Corrigida.
O T.R. foi organizado por Erasmos em 1516, representando a maioria esmagadora dos manuscritos, sendo usado pelas igrejas Batistas, Presbiterianas evangélicas fiéis a Deus.
Nosso propósito é mostrar que as versões que têm por base o T.C. "Texto Critico" procuram enfraquecer diversas doutrinas Bíblicas como: A Divindade de Cristo, Expiação por Cristo, Sua morte vicária, entre outras
Temos como exemplo os diversos textos em colchetes na versão Atualizada, querendo insinuar que podem ou não ser inspirados por Deus, Jo 7.53-8.11. e outros que vamos comentar mais adiante, Isto é uma ação premeditada afim de desacreditar e diminuir a credibilidade à doutrina da preservação das Escrituras, Sl 119.89,152,160; Is 40.8; Mt 24.35; I Pe 1.23-25; Ap 22.18-19.
Já ha alguns anos foi lançada no Brasil a NVI (Nova Versão Internacional). Veja o que está no prefácio da New International Version, na sua quinta impressão (setembro.86), na pág 6 diz:
"O texto em grego usado na tradução do NT foi um texto eclético... Onde os manuscritos existentes diferem, os tradutores escolheram uma entre as leituras, de acordo com os consagrados princípios da crítica textual do Novo Testamento. Notas de rodapé chamam atenção para aqueles locais onde havia incerteza sobre em que consistia o texto original". 
Isto é um ataque frontal à doutrina da preservação. Além disso, como fundamentalistas não podemos aceitar versões e/ou traduções que seguem a filosofia de equivalência dinâmica (que violenta o sentido original do texto).
Vejam e pasmem com o que está escrito na contra capa do Novo Testamento da NVI, em português, que foi lançado em nosso país em 1994:
"Em 1991 deparei-me a primeira vez com a NVI... Logo verifiquei tratar-se de uma versão altamente precisa... tendo por princípio na sua tradução, a equivalência dinâmica. ...Considero-a a mais fiel ...".
Isto é uma injuria, uma afronta contra a Palavra de Deus.

Vejamos e constatemos alguns ataques Grotescos e propositais dessas versões ao texto sagrado:
ATAQUES À DIVINDADE DE CRISTO: 
Pasmem os senhores comparando a NVI ou uma das traduçoes citadas acima ante a tradução da Corrigida Fiel ao texto original. também em Mc 9.24; Lc 23.42; At 8.37; 1 Co 15.47; Ap 1.11. A s demais, T.C. e NVI extirpam centenas dos títulos divinos atribuidos ao nosso SENHOR e Salvador JESUS CRISTO tais como: Senhor, Jesus, Cristo, Jesus Cristo, Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, Entre Outros. 

LEIAM OS TEXTOS ACIMA E O QUE VAMOS COMENTAR NOS TOPICOS SEGUINTES DE POSSE DAS DUAS TRADUÇOES, ASSIM VOCE PODERÁ CONSTATAR QUE NAO SE TRATA DE QUESTÃO DE TRADUÇÃO MAS SIM DE HERESISAS.

João 3.13 Fiel = "Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, QUE ESTÁ NO CÉU." T.C. e NVI retiram do texto que Cristo "está no céu." Assim, anulam aqui (mesmo que não em toda a Bíblia), que Cristo é onipresente, e portanto é Deus!
Veja o texto na NVI: "Ninguém jamais subiu ao céu, a não ser aquele que veio do céu: o Filho do homem."
Mt 7.15 O Senhor Jesus nos adverte: Acautelai-vos dos falsoa profetas que vem até vós DISFARÇADOS... Isso é fraude, disfarce, tentar parafrasear o texto para lhe suprimir a verdade contida nele.

At 9.5,6 "E ele disse: Quem és, Senhor? E disse O SENHOR: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. DURO É PARA TI RECALCITRAR CONTRA OS AGUILHÕES. (6) E ELE, TREMENDO E ATÔNITO, DISSE: SENHOR, QUE QUERES QUE EU FAÇA? E DISSE-LHE O SENHOR: Levanta-te, e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer."
T.C. e NVI omitem aqui que Cristo é "O SENHOR", é Deus, devemos-lhe imediata e total obediência.
Veja o texto na NVI. "Saulo perguntou: 'Quem és tu, Senhor?' Ele respondeu: 'Eu sou Jesus, a quem você persegue. (6) Levante-se, entre na cidade; alguém lhe dirá o que deve fazer'."

Rm 14.10, 12 "Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de CRISTO. (12) De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" 
T.C. e NVI, no v. 10, adulteram "Cristo" para "Deus". Ora, como o juiz de v. 10 é o de v.12, T.C. e NVI aqui anulam uma fortíssima prova da divindade de Cristo, e que é a Ele que os crentes darão conta (para fins de galardoamento).
Veja o texto na NVI. "Portanto, você, por que julga seu irmão? Ou por que despreza seu irmão? Pois todos compareceremos diante do tribunal de DEUS. (12) Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus."

1Tm 3.16 "E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: DEUS se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória."
T.C. e NVI (em nota de rodapé) põem em dúvida "Deus", trocando-o por "Aquele que", portanto destruindo aqui uma das maiores provas da divindade de Cristo! "Note que a NIV americana já trocou "Deus" por "aquele que", no corpo do texto.
Veja o texta na NVI. "Não há dúvida de que é grande o mistério da piedade: aquele que foi manifestado em corpo, justificado no Espírito, visto pelos anjos, pregado entre as nações, crido no mundo, recebido na glória."

1ª João 4.3 "E todo o espírito que não confessa que JESUS CRISTO VEIO EM CARNE não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo.
"T.C. e NVI aqui agradam as falsas religiões, pois anulam que Cristo veio em carne, extirpam que Jesus Cristo (mesmo sempre sendo 100% Deus) encarnou literalmente, teve e sempre terá um corpo literal e será para sempre 100% homem. (Doutrina Fundamental da fé Cristã: AS DUAS NATUREZA DE CRISTO).
Veja o texto na NVI "mas todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus. Este é o espírito do anticristo, a cerca do qual vocês ouviram que está vindo, e agora já está no mundo."

ATAQUES À MORTE EXPIATÓRIA DE CRISTO
(A Expiação  do pecado pelo SEU Sangue)
Cl 1.14 "Em quem temos a redenção PELO SEU SANGUE, a saber, a remissão dos pecados;"
T.C. e NVI tiram aqui que foi pelo derramamento do sangue de Cristo que nossos pecados foram expiados, Deus foi propiciado, nossa salvação foi comprada.
 

Veja o texto na NVI. "em quem temos a redenção, a saber, o perdão dos pecados." Nunca esqueçamos: Hb 9.22 "E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão.

ATAQUES À MORTE VICÁRIA DE CRISTO
(SUA morte em nosso lugar!)

1 Co 5.7 "Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado POR NÓS. 
"T.C. e NVI tiram aqui que Cristo morreu "por nós", recebendo em nosso lugar o castigo que merecemos Is 53.5.
Veja o texto na NVI. "Livrem-se do fermento velho, para que sejam massa nova sem fermento, como realmente são. Pois Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi sacrificado."

1Pd 4.1 "Ora, pois, já que Cristo padeceu POR NÓS na carne, armai-vos também vós com este pensamento, que aquele que padeceu na carne já cessou do pecado. 
"Novamente, é pisado e tirado aqui que Cristo morreu "por nós", recebendo em nosso lugar o castigo que merecemos Is 53:5.
Veja o texto na NVI. "Portanto, uma vez que Cristo sofreu corporalmente, armem-se também do mesmo pensamento, pois aquele que sofreu em seu corpo rompeu com o pecado."

ATAQUES À DOUTRINA DA TRINDADE

1 João 5.7-8 "Porque três são os que testificam NO CÉU: O PAI, A PALAVRA, E O ESPÍRITO SANTO; E ESTES TRÊS SÃO UM. E TRÊS SÃO OS QUE TESTIFICAM NA TERRA: o Espírito, e a água e o sangue; e estes três concordam num."
T.C. e NVI arrancam aqui a mais explícita e uma das mais fortes provas da doutrina da Trindade.
Veja o texto na NVI. "Há três que dão testemunho: o Espírito, a água e o sangue; e os três são unânimes."
Será que isto não equivale à Bíblia das Testemunhas de Jeová?
O rodapé da NVI visa levar a mortal engano, pois a passagem é estabelecida por fortes provas teológicas, gramaticais, lógicas, históricas, de contradição da crítica textual e de consistência com o estilo bíblico. E por pelo menos: várias traduções antiqüíssimas como: (Siríaca/Pershitta de 150DC, Waldenses de 150 DC.); 22 manuscritos gregos (o 635, de 10** DC; etc.).
Entre aqueles relativamente poucos que contêm o capítulo e sobreviveram; praticamente todos os códices que também contêm o capítulo e sobreviveram (alguns anteriores ao século IV); e citações de 12 "pais da Igreja" (Tertuliano em 200 DC; etc.). Há um excelente livro exclusivamente em defesa destes 2 versos: "The History of the Debate Over 1 John 5:7-8", Michael Maynard, Comma Publications, 444 págs., 1995.

ATAQUES À INSPIRAÇÃO DA BÍBLIA

Lc 4.4 "E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, MAS DE TODA A PALAVRA DE DEUS.
T.C. e NVI retiram aqui que viveremos de cada uma de todas as palavras da Bíblia, e que todas e cada uma delas são inspiradas por Deus! 
Veja o texto na NVI. Jesus respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem.???? E o restante a bíblia NIV comeu!!!




ATAQUES À DOUTRINA DA SALVAÇÃO

Mt 20:16 "Assim os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; PORQUE MUITOS SÃO CHAMADOS, MAS POUCOS ESCOLHIDOS.
T.C. e NVI aqui tiram palavras de modo a gravemente enfraquecer a doutrina da salvação (mais especificamente, do chamamento e da eleição).
Veja o texto na NVI. Assim, os últimos serão primeiros, e os primeiros serão últimos." E o restante do versículo?????

Mc 2.17 "E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores AO ARREPENDIMENTO” 
Veja o texto na NVI. "Ouvindo isso, Jesus lhes disse: 'Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim para chamar justos, mas pecadores'.”

João 3.15 "Para que todo aquele que nele crê NÃO PEREÇA, mas tenha a vida eterna.
T.C. e NVI extirpam aqui que quem não crer perecerá (sofrerá eternamente no lago de fogo, esta é a morte eterna)!
Veja o texto na NVI. "Para que todo o que nele crê tenha vida eterna."

João 6.47 "Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê EM MIM tem a vida eterna." T.C. e NVI retiram aqui "em mim", favorecendo o universalismo, que basta crer em algo ou alguém, seja o que ou quem for, não indispensavelmente em Cristo.
Veja o texto na NVI."Asseguro-lhes que aquele que crê tem a vida eterna."

At 8:37 "E DISSE FILIPE: É LÍCITO, SE CRÊS DE TODO O CORAÇÃO. E, RESPONDENDO ELE, DISSE: CREIO QUE JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS." T.C. e NVI tiram aqui2 todo o verso do texto principal, anulando que batismo vem depois da salvação, e esta decorre de crer em Cristo e em tudo que Ele disse de Si, inclusive Sua divindade!

At 9.5-6 "E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. DURO É PARA TI RECALCITRAR CONTRA OS AGUILHÕES. E ELE, TREMENDO E ATÔNITO, DISSE: SENHOR, QUE QUERES QUE EU FAÇA? E DISSE-LHE O SENHOR: Levanta-te, e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer.
T.C. e NVI extirpam aqui o que pusemos em maiúsculas, anulando que salvação vem da aceitação de Cristo como Senhor (a quem aceitamos como controlador absoluto) e como Deus! 
Veja o texto na NVI. "Saulo perguntou: 'Quem és tu, Senhor?' Ele respondeu: 'Eu sou Jesus, a quem você persegue. (6) Levante-se, entre na cidade; alguém lhe dirá o que deve fazer."

Rm 8.1 "Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, QUE NÃO ANDAM SEGUNDO A CARNE, MAS SEGUNDO O ESPÍRITO. 
T.C. e NVI extirpam aqui o que pusemos em maiúsculas, anulando, aqui, que há, sim, condenação (não quanto à salvação mas sim quanto à comunhão, correção, galardão, o ser usado por Deus) para o salvo que andar segundo a carne: At 5:1-10; 1Co 3:12,15; 5:9-10; Gl 5:16-18; 1Jo 3:20-21; 5:16!1 
Veja o texto na NVI. "Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus,"

1Pd 2.2 "Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, PARA QUE POR ELE VADES CRESCENDO. 
T.C. e NVI anulam o que pusemos em maiúsculas, favorecendo aqui o ensino herético que a salvação vem por um processo gradual de crescimento! 
Veja o texto na NVI. "Como crianças recém-nascidas, desejem intensamente o leite espiritual ouro, PARA QUE POR MEIO DELE cresçam PARA SALVAÇÃO."

2Pd 2.17 "Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas ETERNAMENTE se reserva.
T.C. e NVI extirpam aqui que a condenação é eterna! (sem cessar de existir e sofrer)! 
Veja o texto na NVI. "Estes homens são fonte sem água e névoas impelidas pela tempestade. a escuridão das trevas lhes está reservada."
(Compare tambem a NVI ante a Fiel em: Mt 9.13; 18.11)

ATAQUES À IMPORTÂNCIA DO JEJUM BÍBLICO

Mt 17.21 "Mas esta casta de DEMÔNIOS não se expulsa senão pela oração e pelo jejum." T.C. e NVI (em nota de rodapé) põem séria dúvida sobre todo o verso, enfraquecendo aqui a necessidade da arma oração + jejum. Quem teria interesse nisto, senão o nosso inimigo? (ver Ef 6:12)
Mc 9.29 "E disse-lhes: Esta casta não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração E JEJUM.
T.C. e NVI (em nota de rodapé) põem em dúvida "e jejum", enfraquecendo aqui que piedoso jejuar é indispensável contra certos demônios.

GRAVÍSSIMAS CONTRADIÇÕES
(T.C. se contradiz a si próprio. Bíblias divergem entre sim sendo a mesma tradução. porem em diferentes anos. ou a mesma passagem e relatada em outra passagem Bíblica.)

Mt 27:34 "Deram-lhe a beber VINAGRE misturado com fel; mas ele, provando-o, não quis beber.
T.C. e NVI adulteram "vinagre" para "vinho", contradizendo frontalmente Sl 69:21
Veja texto na NVI. "Ali lhe deram para beber VINHO misturado com fel; mas, depois de prová-lo, recusou-se a beber".
 
Mc 1.2-3 "Como está escrito NOS PROFETAS: Eis que eu envio o meu anjo ante atua face, o qual preparará o teu caminho diante de ti. (3) Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas..
T.C. e NVI adulteram "nos profetas" para "no profeta Isaías", criando grave contradição ao citarem de Ml 3.1 (além de Is 40:3)
Vejam o texto na NVI. "Conforme está escrito no profeta ISAÍAS: 'Enviarei à tua frente o meu mensageiro; ele preparará o teu caminho' (2) 'voz do que clama no deserto: preparem o caminho para o Senhor, endireitem as veredas para ele'."

2Ts 2.8 "E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor DESFARÁ pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda.
T.C. e NVI adulteram "desfará" para "matará", contradizendo frontalmente Ap 19.20 ("lançados vivos...") Do mesmo modo que os crentes vivos por ocasião do Arrebatamento terão seus corpos transformados em imortais e para a glória eterna, sem experimentarem antes a morte física, o anticristo e o falso profeta terão seus corpos transformados em imortais e para o sofrimento eterno, sem experimentarem antes a morte física.  
Mas veja o que diz a NVI diz: Então será revelado o iníquo, a quem o Senhor Jesus MATARÁ com o sopro de sua boca, e destruirá, pela manifestação de sua vinda."
Contraste a NVI ante a Fiel também em: Mt 5:22 (Jesus irou-se em Mc 3:5, mas com motivo). Lc 4:44 contra Mt 4:23 + Mc 1:39. Mt 19:17 contra Mc 10:18 + Lc 18:9. Mt 10:10 contra Mc 6:8.
Choque-se comparando a NVI ante a Fiel também em: At 10:30-31; 1 Co 7:5

OUTROS ERROS

Mt 1.25 "E não a conheceu até que deu à luz seu filho, O PRIMOGÊNITO; e pôs-lhe por nome Jesus.
T.C. e NVI agradam o romanismo, retirando daqui que Jesus foi o primeiro entre os vários filhos de Maria. 
Veja o texto na NVI. "Mas não teve relações com ela enquanto ela não deu à luz um filho. E ele lhe pôs o nome de Jesus."

1 Co 6.20 "Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, E NO VOSSO ESPÍRITO, OS QUAIS PERTENCEM A DEUS.
T.C. e NVI extirpam aqui algumas das revelações de Deus mais preciosas e confortadoras às nossas almas! 
Vejam o texto na NVI."Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês." (consegue se achar o mesmo significado nas duas versões?????)

1Tm 6.5 "Contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; APARTA-TE DOS TAIS.

T.C. e NVI extirpam aqui que temos ordem de nos SEPARAR de todos "crentes" e "igrejas" que ensinam qualquer coisa que conflite com a Palavra de Deus. Qual texto favorece o Diabo e o erro! 
Veja texto na NVI. "E atritos constantes entre homens de mente corrompida, privados da verdade, os quais pensam que a piedade é fonte de lucro."

OUTRAS AMPUTAÇÕES E MUTILAÇÕES DO TEXTO BÍBLICO:
Somente quanto a outros versos inteiros: 
T.C. e NVI, em notas de rodapé, põem sérias dúvidas (o que, em termos práticos, é idêntico a erradicar da Bíblia!) 
SOBRE: Mc 16.9-20 e Jo 7:53-8:11 (24 versos!). Mt 12.47; 16.3; 17.21; 18.11; 21.44; 23.14; Mc 7.16; Lc 22.43-44; 23.34. Põem tão mais sérias dúvidas que já chegaram a realmente extirpar do texto principal e difamar dentro de rodapés: Mc 9:44,46 (repetições de Is 66:24); 11:26; Lc 17:36; 23:17; Jo 5:4; At 8:37; 15:34; 24:7; 28:29; Rm 16:24.
Ao todo, T.C. e NVI omitem (ou gravemente questionam, o que dá no mesmo) 55 versos completos, mais 147 versos quase completos.
Lembremos que o T.C., base preponderante da NVI, tem mais de 6000 palavras omitidas, 2000 adicionadas e 2000 adulteradas, totalizando mais de 10.000 (7%  DE TODO N.T.) perversões das cercas de 140.000 santas palavras do Novo Testamento em grego!
CONCLUSÃO: Ah, meus queridos irmãos, tremamos ante Ap 22:18-19; Pv 30:6; Dt 4:2 (não adicionar/subtrair). 2Co 2:17 (não corromper), e Rm 1:25 (não transformar a Bíblia em mentira). Agora quero  que com sinceridade respondam-me... Merecem credito, são dignas de confiança tais escritos? 
Se eles não falarem segundo esta palavra jamais verão a alva. Is 8.20.
Contra fatos não ha argumentos.


EDITADO E ADAPTADO POR
Abdias Barreto.
Contatos:
(85).8857-5757 
ab7.7@hotmail.com
DEIXE UM COMENTARIO... É SÓ CLICAR NO LINK ABAIXO; É MUITO IMPORTANTE PARA QUE POSSAMOS MELHORAR NOSSO TRABALHO GRATO!

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

OS BEM AVENTURADOS EM SALMOS

OS SALMOS E SUAS BEM-AVENTURANÇAS

Sl 1,1. Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Sl 2,12. Beijai o Filho para que se não irrite, e não pereçais no caminho; porque dentro em pouco se lhe inflamará a ira. Bem-aventurados todos os que nele se refugiam.
Sl 32,1. Bem-aventurado aquele cuja iniqüidade é perdoada, cujo pecado é coberto.

Sl 32,2. Bem-aventurado o homem a quem o SENHOR não atribui iniqüidade e em cujo espírito não há dolo.



Sl 34,8. Oh! Provai e vede que o SENHOR é bom; Bem-aventurado o homem que nele se refugia.

Sl 40,4. Bem-aventurado o homem que põe no SENHOR a sua confiança e não pende para os arrogantes, nem para os afeiçoados à mentira.
Sl 41,1. Bem-aventurado o que acode ao necessitado; o SENHOR o livra no dia do mal.

Sl 65,4. Bem-aventurado aquele a quem escolhes e aproximas de ti, para que assista nos teus átrios;

ficaremos satisfeitos com a bondade de tua casa—o teu santo templo.

Sl 72,17. Subsista para sempre o seu nome e prospere enquanto resplandecer o sol; nele sejam

abençoados todos os homens, e as nações lhe chamem Bem-aventurado.

Sl 84,4. Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvam-te perpetuamente.

Sl 84,5. Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados,
Sl 89,15. Bem-aventurado o povo que conhece os vivas de júbilo, que anda, ó SENHOR, na luz da

tua presença.

Sl 94,12. Bem-aventurado o homem, SENHOR, a quem tu repreendes, a quem ensinas a tua lei,

Sl 106,3. Bem-aventurados os que guardam a retidão e o que pratica a justiça em todo tempo.

Sl 112,1. Aleluia! Bem-aventurado o homem que teme ao SENHOR e se compraz nos seus

mandamentos.

Sl 119,1. Bem-aventurados os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na lei do SENHOR.

Sl 119,2. Bem-aventurados os que guardam as suas prescrições e o buscam de todo o coração;

Sl 128,1. Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos!

Sl 144,15. Bem-aventurado o povo a quem assim sucede! Sim, bem-aventurado é o povo cujo Deus é o SENHOR!

Sl 146,5. Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio, cuja esperança está no SENHOR, seu Deus.

Abdias Barreto
Contatos:
(85).8857-5757
ab7.7@hotmail.com
DEIXE UM COMENTARIO... É SÓ CLICAR NO LINK ABAIXO; É MUITO IMPORTANTE PARA QUE POSSAMOS MELHORAR NOSSO TRABALHO GRATO!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

LANNA HOLDER E A HOMOSSEXUALIDADE.

ISSO É O QUE PODEMOS CHAMAR DE MUDANÇA RADICAL... A POUCOS MESES ATRAS LANNA HOLDER MINISTRAVA PALESTRAS SOBRE O HOMOSEXUALISMO DENTRO DA IGREJA, NÃO POSSO DEIXAR NESSE MOMENTO DE CITAR, PARA NOSSA RECORDAÇÃO E LEMBRANÇA O TEXTO QUE SE ENCONTRA NO EVANGELHO ESCRITO POR MATEUS. 
Cuidado com os falsos profetas! Eles chegam DISFARÇADOS de ovelhas, mas por dentro são lobos selvagens.Mt 7. 15.
Missionária Lanna Holder critica os “crentes hipócritas” e afirma que diferente do que as igrejas pregam, não existe cura para gays
A missionária evangélica Lanna Holder ficou conhecida mundialmente por testemunhar que havia sido curada da homossexualidade. Deu palestras e promoveu o que seria a cura da homossexualidade em igrejas dos quatro cantos do mundo. Lanna acaba de protagonizar um episódio que abalou as estruturas evangélicas.
Ela se apaixonou por uma cantora gospel de renome nos Estados Unidos e se uniu à ela. A notícia de que ela voltou a ser homossexual abalou as estruturas de muitas igrejas que ouviram (e acreditaram) em seu primeiro testemunho de cura da homossexualidade. Junta com sua namorada, Lanna inaugurou em São Paulo a Comunidade Cidade de Refúgio, primeira denominação religiosa dirigida por um casal de lésbicas no Brasil. Hoje a missionária reconhece que nunca deixou de sentir atração sexual por mulheres e critica a postura das igrejas que, segundo ela, pregam uma libertação que não existe. Mesmo disposta a não falar mais de sua vida pessoal, já que se diz alvo de represálias de várias instituições evangélicas, ela aceitou receber a reportagem em seu escritório. Na ocasião, falou sobre a mentira em que viveu por anos devido à intolerância religiosa.
Antes você afirmava que a homossexualidade era possessão demoníaca e hoje se arrepende da visão que tinha. O que te fez mudar de opinião?
Quanto me converti, fui ensinada que a homossexualidade era uma maldição, então expunha para os fiéis da maneira que eu havia aprendido. Milhares de pessoas me procuravam para saber como eu havia deixado de ser lésbica e no fundo sabia que continuava gostando de mulheres. Eu professava aquela mentira na esperança de que um dia ela pudesse se tornar verdade na minha vida. Realmente lutei porque acreditava que iria mudar. Com o passar dos anos percebi que toda a teoria que eu pregava não surtia efeito em mim e muito menos nas multidões que se apoiavam na minha suposta cura. Resolvi deixar toda aquela vida falsa e mergulhei no estudo da teologia inclusiva, que considera a homossexualidade uma orientação, algo natural, sem nenhuma condenação de Deus.
Existem muitos gays mal resolvidos dentro das igrejas?
As igrejas evangélicas estão cheias de homossexuais tentando se curar em vão e por isso estão ficando doentes. O sucesso que eu fiz no passado se deve justamente ao grande número de gays evangélicos que se identificavam e se apoiavam no meu testemunho. Durante os cultos eles me procuravam deseseperados para dizer que estavam sofrendo e sendo discriminadas dentro da própria igreja e que precisavam de uma transformação. Atualmente recebo jovens traumatizados que foram expulsos de denominações evangélicas durante as reuniões porque eram afeminados.
O que você diria para as pessoas perderam anos de duas vidas acreditando nas coisas que você falava?
Eu olho para a minha história, para todas as coisas que eu dizia e lamento pelas pessoas que até se suicidaram, pessoas que geraram em seus corações uma expectativa de mudarem sua sexualidade e não conseguiram. Gente que achava que Deus me amava mais do que elas porque eu dizia que tinha sido liberta e não era verdade. Eu criei feridas no coração das pessoas e alimentei falsas expectativas. Tanta gente que, por minha causa, lutaram dentro das igrejas para deixarem de ser gays e não obteram exito. Peço perdão à todas essas pessoas. A igreja precisa acordar para esse erro que está comprometendo a vida de tanta gente.
Contantemente os evangélicos te atacam no meios de comunicação. Como você reage?
Eles sempre lançam pedras e me chamam de mentirosa. Eles não enxergam que eu deixei o vício das drogas, do cigarro e do álcool. O que Deus pôde transformar na minha vida ele transformou, a única coisa que continuou igual foi a minha sexualidade, que é algo intrínseco em mim e não pode ser mudado. Isso não é uma escolha, mas sim uma orientação. Quem escolheria sofrer e ter um bando de crente hipócrita lançando na cara da gente que somos uma maldição? Ninguém no mundo escolhe sofrer.
Qual recado você daria para aquelas pessoas que ainda estão tentando ser curadas?
Eu tenho 49 anos e a maior parte da minha vida, assim como a de tantos evangélicos, foi jogada fora. Fiquei dentro de um armário porque se eu assumisse quem realmente era não poderia pregar, ser missionária, e muito menos considerada crente. Tive que omitir e esconder a minha sexualidade, proferindo que havia sendo curada, para conseguir continuar exercendo o meu ministério. Isso não vale a pena, cansei disso.
Qual é a proposta da Comunidade Cidade de Refúgio?
Deus não faz acepção de pessoas. Essa nova igreja foi criada para desmistificar a postura equivocada dos cristãos e para receber aqueles que querem viver com Deus, mas que não são aceitos por sua condição sexual. Praticamente todos os membros que recebemos, são pessoas rejeitadas por igrejas evangélicas. Aqui os casais gays poderam viver em paz, pregar, cantar e exercer seus dons diante de Deus. Aqui podemos reconhecer que somos gays, somos cristãos e somos felizes. Nos sentimos completamente amados e aceitos por Deus.
Você passou por algum tipo de ritual de libertação?
Todos que você possa imaginar. Fiz intensas sessões de regressão e cura interior, me entreguei para todas essas propostas, mas obviamente nada fez com que eu deixasse de ser lésbica.
Como é a sua atual relação com a igreja evangélica e com a sua família que pertence à denominações tradicionais?
Hoje não tenho nenhuma proximidade com os evangélicos e eles não aceitam minha atual condição. Todas as igrejas que no passado me convidavam para pregar não se comunicam mais comigo. Qualquer tipo de aliança foi quebrada porque eles consideram a homossexualidade possessão, maldição hereditária e algumas até mesmo doença. Eles não concordam com a visão que passei a seguir e são completamente opostos ao que estou pregando atualmente. A minha família tem a mesma postura, precisei me desligar deles para viver esse novo ministério.
Você se tornou uma das celebridades mais rentáveis do meio gospel. Qual foi o destino dos produtos comercializados com o seu nome?
É inevitável que as vendas diminuam. Aqueles que compravam não compram mais. Como o preconceito da igreja evangélica continua cada vez maior, a primeira atitude deles foi retirar todos os produtos com meu nome de suas livrarias.
Como você conheceu sua atual companheira?
Conheci a cantora e pastora Rosania Rocha em Bonton, nos Estados Unidos, na Assenbléia de Deus, igreja onde congregávamos. Nós éramos muito conhecidas entre o evangélicos e começamos a nos encontrar em viagens para pregar e cantar, foi quando iniciou o envolvimento. Na época contamos para a liderança da igreja com o objetivo de nos separármos. Eles reagiram da pior maneira possível, trouxeram o assunto à público e fomos humilhadas por evagélicos no Brasil e nos Estados Unidos. Depois dessa situação, resolvemos nos separar de nossos maridos e nos unir.

Fonte: Mix Brasil
http://noticias.gospelmais.com.br/missionaria-lanna-holder-critica-os-crentes-hipocritas-que-reprovam-suas-atitudes-e-sua-igreja-gay.htm

Editado e Adaptado por:
ABDIAS BARRETO
CONTATOS.
(85).8857-5757
ab7.7@hotmail.com
DEIXE UM COMENTARIO SOBRE ESTE ARTIGO É MUITO IMPORTANTE PARA QUE POSSAMOS MELHORAR NOSSO TRABALHO, É SO CLICAR NO LINK "COMENTARIO" ABAIXO GRATO!

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

INTRODUÇÃO AO EVANGELISMO PESSOAL

DEFINIÇÃO DE EVANGELISMO PESSOAL. 
 Evangelismo Pessoal é a obra de falar de Cristo aos perdidos individualmente: é levá-los a Cristo, o Salvador (Jo 1.41,42; At 8.30). 
A IMPORTÂNCIA DO EVANGELISMO PESSOAL 
A importância vê-se no fato de que a evangelização dos pecadores foi o último assunto de Jesus aos seus discípulos antes de ascender ao céu. Nessa ocasião, Ele ordenou à Igreja o encargo da evangelização do mundo (Mc 16.15,19; At 1.8,9). 
 
O ALVO DO EVANGELISMO PESSOAL 
O alvo é tríplice: salvar os perdidos, restaurar os desviados e edificar os crentes.
O irmão já experimentou o gozo que há em ganhar uma alma para Jesus? É uma bênção é uma experiência inesquecível. Há um gozo inexplicável em vermos alguém no caminho para o céu, ou já na glória, por nosso intermédio. Ganhar almas foi a suprema tarefa do Senhor Jesus aqui na terra (Lc 19.10; 1Tm 1.15). Paulo, o grande homem de Deus, do Novo Testamento, tinha o mesmo alvo e visão (1Co 9.20). Uma grande parte dos crentes pensa que a obra de ganhar almas para Jesus esteja exclusivamente destinada aos pregadores, pastores e obreiros em geral. Contentam-se em, comodamente sentados, ouvir os sermões, cultos após cultos, enquanto os campos estão brancos para a ceifa, como disse o Senhor da seara em João 4.35. O "ide" de Jesus para irmos aos Perdidos (Mc 16.15), não é dirigido a um grupo especial de salvos, mas a todos, indistintamente, como bem revela o texto citado. Portanto, a evangelização dos pecadores pertence a todos os salvos. Cada crente pode e deve ser um ganhador de almas. Nada pode impedir o irmão de ganhar almas para Jesus, se propuser isso agora em seu coração. A chamada especial de Deus para o ministério está reservada a determinados crentes, mas a chamada geral para ganhar almas é feita a todos os crentes.
O evangelismo pessoal como já vimos acima, vai além do pecador perdido: ele alcança também o desviado e o crente necessitado de conforto, direção, ânimo, auxílio e vitória. Ele reaviva a fé e a esperança nas promessas das Santas Escrituras portanto esmeremo-nos nesta nobre tarefa que é a Evangelização de Forma Pessoal.
VANTAGENS DO EVANGELISMO PESSOAL 
I. Adapta-se às condições espirituais de qualquer pessoa. 
O que o sermão não consegue fazer no auditório, na evangelização coletiva, o evangelismo pessoal o faz. Na evangelização em massa, a pregação não satisfaz a todos, porque cada um tem problemas espirituais diferentes. No evangelismo pessoal, a mensagem é direta, incisiva e obejetiva. Muitas vezes, a pregação apenas inicia a evangelização, que será complementada com o contato pessoal do ganhador de almas na pratica do Evangelismo Pessoal. 
II. Promove o crescimento da igreja. 
A igreja dos dias primitivos cresceu muito depressa porque os crentes, cheios do Espírito Santo, evangelizavam sem parar e o faziam de forma pessoal de casa em casa, (At 5.42; 8.4). O resultado foi o maravilhoso crescimento registrado no livro de Atos dos Apóstolos. Hoje, também, a igreja que tiver um número regular de ganhadores de almas, seu crescimento será notório. A semeadura da Palavra de Deus promove o crescimento e a edificação da igreja. (Ver At 2.41,47; 4.4; 5.14; 9.31, e principalmente em 21.20.) A maior e melhor maneira de ajudar o pastor no crescimento do rebanho de Deus é ganhar almas individualmente. O irmão tem feito assim? Está fazendo assim? Se hoje, na igreja, cada um ganhasse outro, qual seria o resultado? Se todos ganhassem almas como nos orienta a Bíblia sagrada, qual seria o crescimento da igreja? 
III. Vence todos os preconceitos. 
Há casos e ocasiões em que somente o evangelismo pessoal alcança o pecador. Há pessoas que jamais assistiriam reuniões evangelísticas em templos, ou seja onde for, devido a preconceitos, falsa concepção, ignorância, ordens recebidas, imposições religiosas, falsas informações, falsas ideias, etc. É aí que o evangelismo pessoal presta seus serviços de modo ímpar. Há inúmeras grandes igrejas por toda parte, que começaram através do evangelismo pessoal. A origem foi uma alma ganha, cultos em sua casa e em seguida uma congregação formada. O pioneirismo missionário na América Latina e o estabelecimento da obra das Sociedades Bíblicas também foram assim, através do evangelismo pessoal.
O MANUAL DO OBREIRO NO EVANGELISMO PESSOAL 
É a Bíblia, é evidente. Ela é a Palavra de Deus, e, dela temos a extraordinária promessa: "Porque assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei”. (Is 55.11 vide também Sl 126.5,6; Rm 1.16; Tg 1.21b.) Sabendo nós que a Bíblia é o manual do evangelismo pessoal, é evidente que para termos êxito nesta obra, duas coisas precisamos considerar como prioridade: 
I- Na obra de ganhar almas emprega-se a Palavra de Deus (Jo 3.5; Rm 10.17; 1Pe 1.23). 
II- Para empregar a Palavra de Deus é preciso conhecê-la devidamente (2 Tm 2.15). 
A expressão "maneja bem", neste versículo, significa de fato dissecar, dividir ou cortar corretamente, como por exemplo, no preparo das vítimas para os diversos sacrifícios. Refere-se principalmente à correta aplicação do texto e da mensagem de toda a Bíblia.
É fato reconhecido que é muito mais fácil falar a Palavra de Deus a uma multidão do que a uma só pessoa. Quem fala a um auditório não é interrompido para perguntas, a partes, argumentação, etc; já quem fala a uma só pessoa poderá vir a enfrentar tudo isso. Há pecadores que aceitam a mensagem da salvação sem objeções e sem argumentação, mas outros apresentam escusas tais, que, se o crente não conhecer devidamente as Escrituras, ficará em situação vexatória.
É verdade que o Espírito Santo guia e inspira na obra de ganhar almas, mas no tocante às Escrituras, Ele só pode lembrar-nos daquilo que conhecemos previamente (Jo 14.26). Não sei? Que não ouvi? Que não li? Que não aprendi? Por sua vez, o pregador ou ganhador de almas não é adivinhador de versículos. Muitos, a essa altura, firmam-se em Mateus 10.19,20 para declararem que, na hora precisa, o Espírito Santo dará tudo, mas é bastante o contexto da referida passagem (v.18), para ver a que ocasião Jesus se está referindo. (Leia também, quanto a isto, Pv 9.9:1 Tm 4.13;1 Pe 3.15.)
À Bíblia é a "espada do Senhor", mas também "de Gideão" (Jz 7.20). Isto é, ela é a arma que o Espírito Santo usa, mas o elemento que a conduz é o crente. Portanto, é imperioso que o crente aprenda a manejar bem o Livro de Deus. Há crentes que até evitam falar de Jesus, por causa do seu pouco ou nenhum conhecimento das Escrituras.
No evangelismo pessoal, a doutrina principal é a de salvação da alma. É preciso que o crente conheça bem os textos, para apresentá-los à medida que a necessidade for exigindo. Não é um texto qualquer que vamos citar, mas aquele apropriado para o momento, pois a Bíblia tem uma mensagem adequada para cada caso, cada coração, cada circunstância. Não é abrir a Bíblia em qualquer lugar e dizer: "Vou ler esta passagem que o Senhor me deu", quando geralmente o Senhor não deu coisa nenhuma... O que é preciso é conhecer a Bíblia e depender do Espírito Santo. Assim sendo, Deus abre a porta, guia e dá a mensagem adequada e ungida pelo seu Espírito.
É oportuno lembrar aqui que o Espírito Santo e a Palavra de Deus jamais se contradizem. Quem se julga espiritual deve conhecer e amar a Bíblia, e quem seguir a Bíblia, deve andar segundo o Espírito.
A razão por que muitos crentes chamados espirituais são cheios de meninices; são escandalosos e extremistas, é porque não estudam a Palavra, para nela aprenderem a ordenar seus passos. O que lhes falta é o conhecimento das doutrinas desse Livro. Ter o Espírito Santo e não conhecer a Palavra conduz ao fanatismo. Conhecer a Palavra e não ter o Espirito Santo, conduz ao formalismo. Em religião, fanatismo é zelo excessivo, paixão cega; é chamar ao certo, errado; e ao errado, certo. É ser extremista. É zelo sem entendimento (Rm 10.2). Se você deseja que o Espírito Santo o use com autoridade e poder, inclusive na obra de ganhar almas, procure ter o instrumento que Ele emprega para tal fim a Palavra de Deus (Ef 6.17). 
COMO DEVEMOS ESTUDAR A BÍBLIA, O MANUAL DO OBREIRO CRISTÃO. 
I. Leia a Bíblia conhecendo o seu autor. O primeiro passo para entender as Escrituras é conhecer o autor da mesma, Deus. Assim sendo, Ele as explicará (Sl 119.18,125; Lc 24.32,45; Jo 16.13). A melhor maneira de estudar a Bíblia é fazer como Maria,(irmã de Marta) quedar-se aos pés do Autor (Lc 10.39). 
II. A leitura diária, seguida e total. É um dos segredos da vitória espiritual (Js 1.8b) a leitura sistemática e constante da Bíblia, ano após ano, pois constitui o contato direto e pessoal com a Palavra de Deus. Nada pode substituir esse aspecto da vida devocional do cristão, (Dt 17. 19: Is 34.16: Ap 1.3.) A leitura ocasional, irregular, não basta. Há crentes que só se alimentam espiritualmente quando alguém põe comida em sua boca. É a colher do pastor, do professor da Escola Dominical, etc. Não comem por si mesmos. Quando mudam de igreja, às vezes morrem de fome espiritual.
É muito bom ler bons livros, mas o máximo de tempo deve ser da Bíblia. Os livros são bons, mas não são substitutos da Bíblia. Nos livros, muitas vezes prevalece o individualismo do autor, mas na Bíblia não há este particular. Leiamos livros, mas tendo sempre a Bíblia como a autoridade principal e final. Ninguém fique preocupado, pensando que por ler muito a Bíblia vai esgotar seu conteúdo... Ela vem sendo lida por milhões de leitores através de milênios e nunca ficou esgotada. Seu conteúdo é inesgotável! Não há ninguém "formado" na Bíblia. Isto é uma das grandes evidências de sua origem divina. 
III. Leia a Bíblia com a melhor atitude espiritual para com ela. 
É de máxima importância que o estudante da Bíblia estude o Santo Livro com reverente atitude mental, tendo-a como a Palavra de Deus e não como uma obra literária comum. O autor da Bíblia é Deus. Seu assunto central é Cristo. Seu real intérprete é o Espírito Santo. Considerando-a sob esses pontos de vista, ela é o único livro cujo autor está sempre presente quando o lemos. Estude-a pois com espírito sequioso, devocional, receptivo, aberto, buscando conhecer mais de Deus e seu amor. A atitude de que tratamos aqui inclui o prazer (Mc 12.37). 
IV. Leia a Bíblia com meditação e oração. 
Assim fez Davi, no que foi grandemente abençoado por Deus (Sl 119.12,40,64,68).
É na presença do Senhor em oração, que as coisas secretas divinas são reveladas (Sl 73.16,17). Daniel orou e as Escrituras lhe foram reveladas (Dn 9). Não convém ler depressa, sem prestar atenção ao sentido, que às vezes é bem claro, mas outras vezes demanda uma meditação mais demorada e profunda. Também é infrutífero fazer concorrência para estabelecer recorde de leitura. É melhor ler pouco, meditando, do que ler às pressas, sem meditar. Quem lê às pressas não pode dizer como Samuel: "Fala, porque o teu servo ouve" (1 Sm 3.10). 
V. Aplique a leitura da Bíblia primeiro a você mesmo. 
Nunca leia somente para instruir o próximo. Tome a Bíblia primeiro para a sua edificação. Há pessoas que, na leitura da Bíblia, tudo que é bênção, conforto, promessas, elas aplicam a si proprio; tudo que é ameaça, exortação, avisos, repreensão, castigo, juízos aplicam aos outros. Quando ler a Bíblia irmão, pergunte sempre a Deus, como fez Josué diante do mensageiro celestial: "Que diz meu Senhor ao seu servo?" (Js 5.14). 
VI. Leia a Bíblia toda. 
A Bíblia é a revelação progressiva da verdade. Isto é, nada é dito duma vez, nem uma vez por todas. É comum um assunto começar num livro e daí prosseguir através de muitos outros, até que o assunto se complete. Por exemplo: a doutrina da Redenção vai do livro de Gênesis ao de Apocalipse. Não podemos entender uma carta recebida, lendo-a um pouco aqui, um pouco ali, mas, de modo completo. A Bíblia é a carta de Deus à humanidade. Estudando-a toda, conhecemos todo o plano divino através dos séculos.
Não espere compreender a Bíblia toda. Leia Dt 29.29; 1Co 13.12. Na Bíblia há dificuldades e mistérios insondáveis, isto porque, sendo ela a Palavra de Deus, é inesgotável. É de se esperar que Deus saiba mais que o homem... Um Deus sobrenatural deve ter um livro sobrenatural. Uma mente finita, limitada e deficiente como a nossa, não pode abranger as coisas infinitas de Deus (Rm 11.33,34).
Muitos deixam de ler a Bíblia, e outros perdem o interesse nela só porque não compreendem tudo o que leem. Ora, quando na refeição, encontramos osso, espinha ou qualquer coisa estranha, deixamos isso de lado e continuamos a comer. Façamos assim no tocante à Bíblia. Deixemos as dificuldades de lado e continuemos a comer. Quanto a este particular, tenha-se em mente Sl 25.14; 1 Co 2.9-14. 
VII. Observações úteis e práticas no estudo da Bíblia 
A.   Apontamentos individuais. 
Habitue-se a tomar notas de suas meditações na Palavra de Deus. A nossa memória falha com o tempo. Distribua seus apontamentos por assuntos. 
B.   Aprenda a ler e escrever referências Bíblicas. 
O sistema mais simples e rápido para escrever referências bíblicas é o adotado pela Sociedade Bíblica do Brasil. 
Duas letras abreviativas, sem ponto, para cada livro da Bíblia. Esse sistema consta do índice das Bíblias editadas pela referida Sociedade. 
Entre o capítulo e o versículo põe-se um ponto. Ex: Jo 2.4 (João 2.4); Jó 2.4; 1Pe 5.5 (1 Pedro 5.5); Fp 1.29 (Filipenses 1.29). etc. 
Sequencia de versículos. Em sequencia constante separa-se por um traç (-) Ex: Mt 5. 1-12; sequencias intercaladas separa-se por virgula (,) Ex: Lc  2. 11,14,20. 
C.   Diferença entre texto e referência. 
Texto: São as palavras contidas numa passagem. 
Referência: É a indicação de livro, capítulo e versículo. Uma referência pode levar indicações como: 
"a" - indicando a parte inicial do versículo: Rm 1.17a. 
"b" - indicando a parte final do versículo: Rm 1.17b. 
"ss" - indicando os versículos que se seguem até o fim ou não, do capítulo: Rm 1.17ss 
"qv" - que veja recomendação para não deixar de ler o texto indicado: Rm 1.17qv. 
D. Siglas das diferentes versões da Bíblia em vernáculo. Isso poupa tempo e trabalho. 
ARC - Almeida Revisada e Corrigida. É o texto da Almeida antiga, impressa e distribuída pela. Imprensa Bíblica Brasileira. 
ARA - Almeida Revisada e Atualizada. É o texto da Almeida revisada por uma comissão de eruditos brasileiros e estrangeiros, e editada pela Sociedade Bíblica do Brasil. Começou a ser publicada completa, em 1958. 
Fig. - Antônio Pereira de Figueiredo. Atualmente é impressa e distribuída pela Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira, Londres. 
M. Soares - Matos Soares. Versão popular dos católicos brasileiros. 
Rhoden - Humberto Rhoden. Versão particular desse padre brasileiro. 
E. O tempo antes e depois de Cristo. É indicado pelas letras: 
a.C. - Antes de Cristo. 
d.C. - Depois de Cristo. 
F. Contexto. É a parte que fica antes e depois da passagem que estamos lendo. Pode ser imediato ou remoto. O contexto pode ser um versículo, um capítulo, e até um livro todo. 
G. Manuseio do volume sagrado. Obtenha completo domínio no manuseio do volume sagrado, a fim de encontrar com rapidez qualquer referência bíblica. Jesus fazia assim. Veja Lucas 4.17, onde está dito que Ele "achou" o lugar onde estava escrito. Ora, naquele tempo isso era muito mais difícil do que hoje, quando dispomos de papel, editoras modernas e livros. Mas mesmo assim Jesus não teve nenhuma dificuldade em lidar com a Bíblia de sua época pois ele tinha o habito de ler e meditar nas sagradas escrituras.

QUESTIONÁRIO
1. Defina o que é evangelismo pessoal.
2. Cite o último assunto de Jesus aos seus discípulos, antes de ascender ao Céu. Dê as duas referências estudadas.
3. Cite uma referência estudada, mostrando que a obra de ganhar almas concerne a todos os crentes.
4. Dentre as vantagens do evangelismo pessoal, mencione duas das estudadas.
5. Dê a referência de Isaías, onde Deus diz que sua Palavra não voltará vazia.
6. Mostre a inter-relação entre a Palavra de Deus e o Espírito Santo, na obra de ganhar almas, bem como no serviço do Senhor em geral.
7. Cite quatro modos dos estudados neste capítulo, sobre como estudar a Bíblia.
8. Explique a razão de a Bíblia ter muita coisa incompreensível.
9. A que conduz ter o Espírito Santo e não conhecer a Palavra, e vice-versa?
A ELE seja a HONRA, A GLORIA E O LOUVOR PELOS SÉCULOS DOS SÉCULOS!!!

A Prática do Evangelismo Pessoal. Pr. Antônio Gilberto.

Editado e adaptado por:

Abdias Barreto.
Contatos: (85).8857-5757
Ab7.7@hotmail.com
DEIXE UM COMENTARIO SOBRE ESTE ARTIGO É MUITO IMPORTANTE PARA QUE POSSAMOS MELHORAR NOSSO TRABALHO, É SO CLICAR NO LINK "COMENTARIO" ABAIXO GRATO!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...